Um grupo armado aproveitou a interrupção no fornecimento de energia que ocorreu na noite de segunda-feira (30) para invadir a Escola Estadual Roberto dos Santos Vieira, na Av. Margarita, Nova Cidade, Zona Norte de Manaus.

Segundo a polícia, alunos e professores chegaram a ser agredidos e feitos reféns. Celulares e pertences foram roubados.

A Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC) informou, por meio de nota, que determinou a instalação de concertina (cerca semelhante a cerca com arame farpado) em todo o perímetro da escola. “O secretário de Educação, professor Arone Bentes, vai reunir, ainda está semana, com o secretário de Segurança, delegado federal Sérgio Fontes, para traçar uma ação que intensifique o policiamento na área próxima às escolas”, diz a nota enviada ao Portal Sociedade em Questão.

De acordo com pais de alunos e testemunhas, seis homens – dois deles com armas de fogo – invadiram o local pulando um portão, por volta das 20h45. Três salas foram quebradas durante a ação. “Eu sai minutos antes do acontecido. Uma outra aluna chegou a ter olho ferido por pedaços de vidro quebrado e pode ficar cega”, disse estudante de 31 anos que prefere não se identificar.

Segundo pais de alunos, este é o quinto caso de assalto no local. “Minha preocupação é ocorrer algo e eles [filhos] passarem por alguma situação dentro da escola”, disse ao G1, a mãe Sheila Salles.

Comentários

Comentarios

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here