O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) apura denúncias de irregularidades na milionária  obra de contenção dos processos erosivos graves na orla de Nova Olinda do Norte, a 138 km de distancia de Manaus.

O valor global do contrato é de R$ 6.150.338,74. Apesar de a secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) ter investido quase R$ 3 milhões em recursos públicos, a obra ainda não saiu do papei.

foto: jander arouca1
foto: jander arouca2

 

Comentários

Comentarios

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here