foto: Ney Mendes/SSP-AM

Desde 2016 até fevereiro deste ano, 749 criminosos foram presos por assaltos a ônibus em Manaus. Os dados foram apresentados pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) ontem (7). O órgão também informou que, desde dezembro, os registros desse tipo de crime estão diminuindo gradativamente: 322 em dezembro, 274 em janeiro e 200 em fevereiro.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, classificou como banalização a ameaça de paralisação do Sindicato dos Rodoviários, feita ontem, argumentando falta de segurança. “A população não aguenta mais que, por qualquer desculpa, esse Sindicato deixe a população apreensiva. Os números mostram que a Segurança está sim atuando, todos os órgãos do Sistema prendendo e investigando. E em nenhum momento fomos procurados por esse cidadão que está banalizando o transporte público e deixando a população refém com essas ameaças de greve, por qualquer motivo, toda semana”, disse.

De acordo com Sérgio Fontes, além dos trabalhos de policiamento ostensivo e de investigação realizados pelas Polícias Civil e Militar, a SSP-AM também tem investido em novas tecnologias para coibir os assaltos, que devem ser aderidas pelas empresas com baixo custo.

Lei Municipal – Fontes destacou ainda a importância de as empresas cumprirem a Lei Municipal que obriga a colocação de câmeras dentro dos ônibus do transporte coletivo, pois serão uma ferramenta importante para a investigação. “Além de não terem câmeras, quando fazemos uma proposta como a do botão do pânico, eles não aderem. Como podem falar que o Sistema de Segurança não está atuando com 667 prisões em 2016 e 82 prisões em dois meses deste ano”, disse o secretário. (com informações da assessoria)

Comentários

Comentarios

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here